segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Sem brilho

É assim este Benfica de Quique, sem brilho. A liderança do Clube Corrupto na Forma Tentada durou pouco, o Glorioso volta ao lugar que é seu, mas desta vez acompanhado de uns lagartos listados.
Contra o Braga, mais uma exibição mediocre. Não vi o jogo todo, mas do que vi, pareceu-me que o Braga é que era o clube grande, e que era o Benfica que jogava fora de casa, defendendo-se como podia de uma equipa bem mais poderosa. O Benfica completamente sufocado, e encostado atras. O Jesus sem medo, a meter avançados sem medo algum de um Benfica seco. Ganhámos com um golo irregular, também me dizem que o penalti é forçado (não vi).
Até entendo que esta maneira de jogar seja boa para um de clube de classe media alta em Espanha, como o Valencia, a jogar numa liga que todos os clubes jogam para ganhar. Mas não é de certo o ideal para um clube grande em Portugal, numa liga em que mais do que metade dos clubes jogam para não perder com meio campos super povoados. E é contra essas equipas que o Benfica tem mais dificuldades, porque acenta todo o seu jogo em colocar o "autocarro" cá atras, e esperar que Reyes e Suazo resolvam. Muito pouco na minha opinião.

Sem comentários: