segunda-feira, 15 de junho de 2009

ZMar - Uma verdade inconveniente!

"Turistas enganados por resort ecológico"

Notícia extraída do Jornal de Notícias de 13/06/09.

"Fizeram centenas de quilómetros para gozarem umas miniférias. Mais de meia centena de turistas foi obrigada a abandonar o Eco Camping Resort (Zmar), em Odemira, por não ter condições de higiene "devido a obras em curso".

Paulo Moreira diz ter feito 500 quilómetros com a família para poder usufruir de uns dias de descanso. "Quando chegàmos encontràmos um descampado sem árvores, sem relva, muito pó e com muitos serviços sem estarem prontos a funcionar", assegura, garantindo que quando fez as marcações não lhe disseram que o parque "estaria por concluir".

Paulo Moreira questiona mesmo se o resort "terá já licença de funcionamento", já que muitos dos espaços de pernoita encontravam-se ainda incompletos. "Vimos ainda os aparelhos de ar condicionado em caixotes", revela.

Paulo diz que ainda que tentou arranjar um hotel para poder passar a noite com a família, "mas estava tudo esgotado". Decidiu pernoitar no espaço e ontem acabou por sair. "Devolveram-me o dinheiro mas queriam que eu pagasse a noite que dormi, o que não fiz".

Para Helena Loureiro "o sonho transformou-se em pesadelo". Também ela e a família fizeram centenas de quilómetros para poderem usufruir de "um sonho que nos tinha sido transmitido pela internet e pela agência de viagens". O que encontrou "nem dá para descrever", garante. "Estava tudo sujo, fios de electricidade no chão, a piscina de ondas não existia, o ginásio tinha madeiras e martelos, as casas de banho nem água tinham", conta, assegurando que o resort "parecia um estaleiro".

A família de José Maria Sousa também está indignada com o que encontrou. "Percebemos que há atrasos, mas podiam ter avisado que o espaço não estava pronto", revela, adiantando que estiveram até às 22 horas de anteontem à espera que atribuissem um chalé. "Estávamos vários casais com crianças e ninguém nos deu uma palavra", assegura, garantindo que todos os visitantes assinaram o livro de reclamações.

O JN tentou o contacto com o resort, mas a recepcionista garantiu que não havia ninguém para comentar a situação. Depois de ter pedido para voltar a ligar novamente, o número de telefone deixou de dar sinal de chamada.

Na internet, o Zmar anuncia que está "aberto para testes com convidados" e que "só aceita reservas a partir de 1 de Julho". Diz que é o primeiro parque de campismo ecológico de cinco estrelas da Europa, construído em 90% com materiais reciclados e com um investimento de 30 milhões de euros."

A pressa é inimiga da perfeição!

21 comentários:

Anónimo disse...

ola a todos

ouvi dizer de fonte segura( empresa fornecedora de betao) que foram fornecidos ao zmar mais de 11000 (si, onze Mil) metros cúbicos de betao.
isto é que é ecologia!!!

Anónimo disse...

Olá

Também eu fui enganado... com as férias confirmadas desde 30 Março só soube que este não estava pronto por uma noticia do publico,dizendo que só abria dia 5.

Quando telefonei 4 dias antes de ir de férias tiveram a lata de dizer que não ia estar pronto e que escolhesse outra altura...

Isto sim é o espelho do profissionalismo Português.

SAFARI disse...

ECO-resort de luxo

11000 ( onze Mil) metros cúbicos de betao, enganar o tuga, ecolocico, e os verdes não se pronunciam, e os do ambiente, cambada de não sei o quê, depois preservam o ambiente pois é um investimento 100% ecologico...

Ninguem pode colocar um pouco de cimento para fixar uma estrutura de madeira ou simples vedações, estes marmajos é à vara larga 11.000 tons.

Isto é que é ecologia sim senhor, as piscinas de ondas e a outra para ser ecologica só poderia ser feita em madeira, eh eh eh, e aquelas estruturas todas estão apoiadas onde?

BETÃO!

E os Chaparros que não são de ferro e nem sequer existem como é obvio como estão nas maquetes online no site, enganem os turistas, força ai valeu cara.

Uma ECO-resort de luxo embetanado da qual o madrot e icnb aprovam coisas destas como é óbvio...

Pelo menos já tem os moranjaizos ai no verão, dão fama, mas vão comer uns bons kg de pó.

Boas ferias o ano promete e a preservação do ambiente tambem!

Juliana disse...

Another one bites the dust!

Anónimo disse...

Comem o pão que o diabo amassou...

Kalash MIRA de >Odemira

Nuno disse...

Outra verdade que pode ser inconveniente, pelos menos para alguns...
http://www.facebook.com/photo_search.php?oid=22377228229&view=all

excape disse...

Caro Nuno. As fotos que nos enviou são realmente muito bonitas, e refletem outra realidade.
Mas, desmentem o texto aqui reproduzido? acho que nao!
10 dias antes do seu comentario, enviaram-me outras fotografias do Zmar. E estao muito longe, das fotos que o nuno envia.
Acho q todos queremos um zmar de qualidade. So a qualidade pode atrair gente a nossa terra.

Anónimo disse...

A qualidade...! Acho que sim...! Ma daqui a 1 ano...!Estive no ZMAR desde a sua GRANDE ABERTURA dia 01 JULHO ate dia 08 JULHO 2009 e qualidade só vi as piscinas....!Se for preciso envio as fotos que tirei...!Fiz reclamação de 2 paginas no livro e já reclamei na Agencia...que esta aguardar uma solução...!

Nuno disse...

não duvidando da sua sinceridade e como próximo campista na epoca de agosto, agradecia que me enviasse algumas fotos ou imagens do estado actual do zmar. Vou estar nos alveolos e ao que parece não existe a tão desejada relva que se "vende". Com tantas criticas, deduzo que...talvez o melhor mesmo, seja levar um deck com mais ou menos 100m2!!!

Pedro Correia disse...

Olá Nuno,

Estive a acampar no ZMAR durante duas semanas de 11 de Julho a 25 de Julho. A meu ver, à data da minha saída o empreendimento está já muito bom, sendo que o pó é o grande inconveniente e resulta mais da falta de vegetação do que propriamente das obras (resolvi o problema orientando a tenda de costas para norte, de onde vem o vento, e com um oleado extra;)). Outro problema é também a falta de sombra pois a disponibilizada é muito menor que a publicitada. Quando cheguei ao Zmar só cerca de 1 quarto da área destinada para campismo (alvéolos) é que estava concluída. Entretanto, quando saí penso que já estavam a concluír o último quarto por isso penso que em Agosto as condições serão melhores sendo certo que este ano o pó será um companheiro assíduo...este não me causou espécie pois consegui manter a tenda limpa e esta serviu apenas para dormir.
Penso que o ZMAR vale a pena se a pessoa tiver a intenção de realmente usar todos os serviços colocados ao dispôr. Como gosto de desporto, levei a minha bicla de btt e fiz o percurso que lá têm (dá para passear), joguei ténis, fiz o percurso de cordas, usei e abusei das piscinas e até meti os pés pela primeira vez num Spa:), as minhas filhas adoraram o empreendimento e a zona das crianças. Posso dizer que todas as àreas comuns estão concluídas e a funcionar em pleno, sendo que a única excepção é o ginásio que à data da minha saída ainda não estava disponível.
Se for para fazer apenas campismo puro e duro então neste momento existem outras alternativas mais baratas na mesma zona.
Deixo também um elogio ao pessoal do ZMAR que são extremamente solicitos para com o cliente. Também, no que diz respeito à preparação dos funcionários, notei uma evolução assinalável no decorrer destas duas semanas sendo que a simpatia esteve presente desde o início.

Nuno disse...

Obrigado pelo seu esclarecimento fundamentado, terei em consideração o seu conselho em relação ao pó que poderá existir e tal como você, irei a partir de 15 de Agosto, difrutar em pleno de todos os outros serviços.
:D

excape disse...

queria chamar a atenção para a 2ª parte deste post que podem ler aqui: http://chaparrodeferro.blogspot.com/2009/07/zmar-uma-verdade-inconviniente-parte-2.html

Anónimo disse...

Pois bem eu também fui enganada...
Quando cheguei ao Zmar nem queria acreditar no que via....
Um Resorte?? não um descampado cheio de pó com maquinas a fazer barulho a toda a hora e sem pinta de sombra.
Desculpem mas féria assim não obrigada.
Depois da grande desilusão e 500km feitos rumamos ao Algarve onde fizemos uma semana de ferias em beleza.
Entretanto o Zmar fez a devolução do montante da reserva o que não foi mais que a obrigação deles...

Nuno disse...

Bem, estivemos lá de 15 a 23 de Agosto e exceptuando o factor pó, tudo o resto correu lindamente, as pessoas extremamente simpáticas e prestáveis, os serviços muitos bons(a comidinha do melhor), o meio dia no spa...ui ui.
As zonas das crianças estão muito giras, o zkids serviu lindamente. O espaço aventura(que fiz) foi muito giro.
Está a 100%, é claro que não, mas estará como muitos críticos dizem, óbvio que não.
Voltarei novamente, claro!

P.S.-Só a título de curiosidade, houve quem pedisse o livro de reclamações para escrever o seguinte, "os candeeiros dos alvéolos estão muito altos, não consegui ver as estrelas";"o pessoal que circula durante 24horas pelo recinto não fez nada em relação ao ressonar de outros e aos ruídos provocados pelo acto de fazer o amor"
Haja bom senso!
Em relação ao tal propalado betão, é claro que o há, nas fundações de todas as estruturas maiores, nada de extraordinário e que possa pôr em causa o factor ecológico.

Anónimo disse...

Depois de ler estes testemunhos, deixo aqui a minha experiencia no Zmar.
Esperei cerca de 1 ano por saber que no inicio ainda não estava a funcionar a 100%. Fui eu, a minha esposa e o meu filho de 4 meses, c/ intenção de passar 2 ou 3 dias a descansar e disfrutar do sossego anunciado. Alugámos 1 Zmóvel e passámos as 1ªs 24horas que foi 1 espectáculo. Passado este periodo, ou seja, na 2ª noite, foi a desilusão. Apartir da hora do jantar, começamos a ouvir musica e bastante gritos que anunciavam festa rija mas não me preocupei pois pensei que seria uma simples festa ou jantar. Entramos pela noite dentro e o volume da música foi ficando cada vez mais alto, ao ponto do meu bébé acordar várias vezes assustado pela "batida" da música. Contactei a recepção 2 vezes a informação que consegui obter foi"...esta é a noite do primeiro aniversário do Zmar, é a festa p/ os funcionários", sugeri que no mínimo baixar o volume da música e a resposta foi "as chefias estão na festa e garantem que a festa dura no máximo até ás 3horas da manhã...". Muito bem, eu paguei para descansar e são as chefias do Zmar que decidem as horas a que eu posso dormir. Ás 3hr baixaram o volume da música só que para nosso espanto começamos a ouvir palavras de ordem como "...filho da puta, olé...". Eu sempre vi fazer isso quando estamos numa festa e a vizinhança chamava a policia para nos mandar calar, logo, considerei que aquelas palavras seriam especialmente para os "reclamantes", neste caso que eram os clientes e "pagam os sálarios dos que estavam na festa. Escusado será dizer, a primeira coisa que fizemos pela manhã foi ir á recepção "escrever no livro amarelo". Por acaso nem pedimos o reembolso do valor dessa noite mas até estou arrependido de não o ter feito. Àparte deste episódio, verifiquei que afinal há mesmo máquinas em movimento, mesmo 1 ano depois, ainda há obras, mas também devo dizer que uma boa percentagem das máquinas são para a manutenção do espaço. Agradou-me o espaço mas podia ter mais sombras, no entanto, espero que dentro de alguns anos esteja mais composto porque tem árvores plantadas mas ainda são novas. Quanto ao pó, nada me incomodou pois não esperava passadeiras vermelhas, se não quisesse apanhar pó, lama, vento, etc...ficava em casa.
De uma forma resumida é um espaço a considerar no momento de pensar as férias no entanto, a questão das festas que, ao contrário do que informaram na recepção, segundo moradores da zona é habitual haver festas na tenda e isso penso que deveria ser muito bem repensado pela administração pois a maioria dos clientes que por lá vi, estavam em familia e com crianças, o que não me parece que seja compativel com o entoar da música até altas horas da noite. Na minha opinião deveriam limitar as festas no máximo até ás 24horas ou deslocar a tenda p/ a zona mais baixa do parque pois neste momento está precisamento no ponto mais alto do parque.
Talvez volte um dia mas só c/ a certeza que teremos sossego durante a noite.
Voltar ao Zmar SIM mas em noite de "Festa", NÃO OBRIGADO

HFialho

Filipe disse...

Estive lá recentemente e posso garantir que a coisa não tem ponta por onde se lhe pegue. Considerar aquela massa castanha uma resort 5 estrelas é no mínimo hilariante: Cheira a esgoto na casa de banho. Choveu um pouco e era lama por todo o lado. Estradas esburacadas. Material do bungalow de fraquíssima qualidade (ikea). Tudo castanho e sem cor, sem relva, sem árvores, sem flores. E o preço? um balúrdio! Absolutamente ridículo. Para esquecer!

Anónimo disse...

Epá desculpem lá mas vocês são burros????
Devem estar habituados a pagar noutros parques de campismo 1 ou 2€ por pessoa...
Asseriu, é que quem diz que a estadia do Zmar é cara, só pode ser a pessoa mais ignorante à face da Terra!!
O que é que são 10€ por pessoa (adulto) já com tudo incluído (luz, piscinas, ginásio, tendas, carro, etc)?
É normal que o parque não esteja completamente concluído! Mas tem tudo para ser o melhor parque de campismo da Europa! Aliás, já foi considerado o melhor parque de campismo da Europa e já recebeu 8 prémios.
Agora digam-me: estes prémios foram dados ao Zmar porquê? Talvez porque mereceram não?!

Zmar Zmau disse...

Já existe um perfil no facebook,para os que se sentiram burlados neste pseudo eco resort. Agradecemos que se associe a esta causa que passa por contar as nossas experiencias neste deplorável lugar. O nome do perfil é Zmar Zmau. Vamos todos participar!!!

Zmar disse...

O Português olha primeiro para o que não tem, e só a muito custo para o que tem.
11.000 metros cubicos de betão para fazer a PISCINA. Ou acham que a água ficaria lá se não fosse pelo betão. Betão para a piscina e ponto final!
Um Resort premiado 8 vezes a nível nacional e internacional, certificado pela TUV, e temos ainda o privilegio do mesmo situar-se em PORTUGAL. Projecto totalment inovador no que diz respeito ao Turismo actualmente praticado em Portugal e no Mundo.
Muito ignorante o português...
Zmar Mau: tipico tuga que não tem mais que fazer. Obrigado pela importância que dá ao Zmar, porque já como Oscar Wilde dizia: falem bem ou mal de mim, mas falem!
E o Zmar sim... dá que falar! Para os ignorantes é falar mal que é o mais fácil e é o que mais acontece neste país. Ao contrário, os visionários só falam bem! Porque será....

Pedro Fernandes disse...

Passagem de Ano 2011/2012 uma frustação.

1- A Banda que tocou musica ao vivo era fantástica, mas apenas atuou 2,5 horas (22h30m às 01h00m) e depois "Disco" de Ranco RancoRanco ranco, RRRRR que falta de gosto comparado com a banda. Após a Banda terminar acabou o reveillon para a maior parte dos clientes, quanto à ceia tivemos acesso a meia taça de champanhe, brrr, o serviço de Kidz, magia para crianças, não existiu, apenas uma senhora desenhou uma estrela no rosto das crianças isto é que é a magia das crianças na Passagem de Ano, tanta pobreza.

2- Colocaram lombas em todas as estradas dentro do Camping, só que se esqueceram que as caravanas com carros baixos batem com a lanças nas lombas, onde está a solução?

3- Nos alveolos, a pagar 35,00 por um espaço de terra, o pilar de abastecimento de água e eletricidade, a lampada estava fundida, as torneiras estavam demasiado baixas em que não conseguiamos atestar os recipientes de agua de 40Lt.

4- Não existe esgoto ao nivel do solo para despejar carros de esgoto de águas residuais.

5- A piscina com ondas, só existia ondas durante 10m às 18h e com água fria.

6- O Jacuzi detinha água fria.

7- Para tomar banho a torneira detém um temporizador em que fecha a água num curto espaço de tempo, quando a casa de banho detém temperaturas de 0 a 5 graus, é algo desconfotável no Inverno, no verão suporta-se mas no Inverno??

8- A reserva On-line não funcionou e ao enfetuar por email a reserva na recepção fingiram que não tinham recebido, muito feio.

9- Quando telefonamos para o telefone geral 707.... uma voz indica-nos que no prazo de 24h alguém nos contatará ???? Quem chega por volta das 18h50m com a recepção fechada é muito desconfortável não existir um call center que nos reencaminhe e nos resolva o problema da entrada fora de horas????!!!

10- Os trabalhadores são incansáveis na tentativa de resolução de tanta anomalia.

11- Urge uma Gestão dinâmica, se não é então que se demitem, os investidores deste projeto assim o exigem, assim como os clientes.

12- Urge adaptação aos valores de mercado, como é possível valores de Caravanismo e Campismo tão elevados, a bolsa dos portugueses foi alterada, o mercado tem de acompanhar sob pena de fecharem as portas. Básico, uma passagem de Ano com muitas poucas pessoas??? Algo está mal e será por certo desta Gestão.

13- Tantos clientes a reclamarem e a darem soluções de fácil resolução, assim é fácil ser gestor. Agora, não perceberem que os clientes estão preocupados que se nada for feito este projeto Morre é demasiado evidente.

Francisco Henriques
Lisboa

Anónimo disse...

Um empreendimento que vem revolucionar o Turismo e a forma como ele é actualmente praticado.

Mas o tipico portugues mesquinho só olha para o põ, está à espera de encontrar um Resort cheio de palmeiras e betão. Mas não estamos no Mexico, Acapulco!

Estamos na Costa Viocentina, junto ao Parque Natural, e o objectivo é Turismo em Harmonia com a Natureza.
Mas o português com mentalidade peqena não vê isso, só olha para o que 'não tem'.

Projecto tão ecológico que tem a Quercus como parceiro, a TUV como consultor, e 8 prémios nacionais e internacionais.

Além de que veio criar 120 empregos num Concelho onde a taxa de desemprego é altissima.

Caros portugueses: trabalhem mais, sejam visionários, e falem menos barato.

Conselho para 2012!

Força Zmar! Um exemplo em Portugal =)