segunda-feira, 10 de agosto de 2015

O maior erro após a saída de Mourinho.

Mais uma vez não vi o jogo. Não vou falar da exibição, dos jogadores, das oportunidades ou do domínio. Domínio esse, que ao passar os olhos pelas redes sociais e pela blogosfera, uns dizem ter sido avassalador e outros dizem não ser bem assim. "Um jogo de solteiros contra casados" dizia alguém!
Pois eu não sei, não vi. E não vi porque esperava este desfecho, alias como 95% dos Benfiquistas. Preferi ir beber um cafezinho numa esplanada, e ir com as miúdas fazer uns térérés. Elas fazem-me sempre sorrir, e seria sempre uma noite mais bem passada, mesmo que tivéssemos esmagado a lagartagem! Não foi o caso.
Escrevo hoje, porque tal como diz o titulo, me parece claro que o Glorioso cometeu esta época aquele que terá sido o maior erro pós Mourinho. Não sei mesmo se a saída do melhor treinador Português da actualidade (sei que ninguém concorda com isto, mas se o Blog é meu, escrevo o que quero :) )  não é um erro maior do que a saída de Mourinho, tornando-se assim o maior erro da historia recente do Sport Lisboa e Benfica.
Jorge Jesus está tão à frente do que se faz por aqui, que esta situação nunca podia ter acontecido. Saiu por dinheiro, por amor ao clube das camisolas às riscas que parecem as barracas da Figueira da Foz, por não se sentir desejado como o próprio diz. Não sabemos, talvez tudo isto junto. Mas olhando para as possíveis razões há uma que me parece evidente, e é a única que posso criticar. É óbvio que o pastilhas já não era desejado na Luz. E ai é que está o erro. O Benfica devia sempre querer o melhor. E sendo o melhor Jorge Jesus, pertencendo ao clube, não devia ter-lhe sido dada a hipótese de assinar por outro clube. No final de 2013/2014, depois daquela brilhante época, deveria ter sido imediatamente renovado com contrato com o Madeixas. Parece-me que nessa altura teria sido uma renovação pacifica, e nada disto teria acontecido.
Assim não foi.
E o pior de tudo é que optamos por um treinador, que não colocando em causa o seu conhecimento sobre futebol e o seu trajecto até aqui, não tem claramente perfil para líder de um clube como o Benfica.
O Benfica começou a perder o jogo durante a semana. Enquanto JJ se atirou ao Benfica com todas as armas. Como um leão. A famosa estrutura preferiu o low profile. JJ é uma besta, um crapola, sem carácter. Vitoria não, é um Senhor, não responde! Pois é meus amigos. Mas isto é futebol. E o que conta é dentro do campo. E ai, besta ou não, eu prefiro mil vezes um treinador como JJ. Que me ganhe jogos, e os queira ganhar a todos!
"Não vai ser o resultado deste jogo que vai influenciar nada" dizia Vitoria. Estás enganado filho, Um jogo do Benfica é sempre importante. Tem de ser ganho! Mesmo que seja um amigavel em ping-pong ou no berlinde. Tem de ser ganho! Tem de ser encarado como uma final da Champions. O terceiro anel não te perdoa essa atitude.
Sobre o que leio do jogo, algumas duvidas se levantam: preparação toda em 4-4-2 e no primeiro jogo a doer o que acontece? Muda-se tudo! JJ não estava mesmo à espera desta! Quem é que imaginava um 4-2-3-1? Com Pizzi no banco e Ola John (que é um jogador apreciado aqui pelo chaparro) que na pré-época não mereceu a mínima confiança a aparecer a titular? Ninguem realmente esperava!
Todas as acções tem consequências!
Jorge Jesus não tem carácter? É egocêntrico? É uma má pessoa? Não quero saber, não tenciono casar com ele!
Queria vê-lo a dizer disparates, ser tudo isso que é, e a ganhar jogos no meu clube!
Por tudo isto, muitos parabéns a quem mudou de politica e se virou para a politica do querer ganhar! Porque no fim de contas, é de futebol que se trata, e no futebol só uma coisa devia interessar! Ganhar!
E com este post aqui deixo uma promessa! Se Rui Vitoria me mostrar que estou enganado, se a equipa começar a convencer e a ganhar jogos, virei aqui ao blog escrever um post admitindo ser uma real besta e elogiando tudo aquilo que ele fez bem!
Infelizmente não me parece que  vá acontecer. E se não acontecer, parece-me que LFV deu um tiro no pé, e que provavelmente esse tiro o feriu de morte. Veremos o que acontecerá nas próximas eleições fruto deste erro estratégico.
Esta derrota pode ter de positivo o facto de nos quererem atirar para os olhos alguma poeira, e que nessa poeira venham uns Coentrões, Chicharritos e Markovics. (que já ca deviam estar a trabalhar há uns dias, e não chegar em cima do começo da época).
Bem, melão descascado e comido! Que se foda a taça!

Sem comentários: