quarta-feira, 16 de junho de 2010

Vamos lá falar de bola.

Ainda não tinha feito a minha estreia a falar do Mundial, mas isso tem uma razão. Este mundial está a ser tão pobre, que pouco há para dizer.
Até agora os jogos têm sido enfadonhos, com poucas excepções de equipas que me parecem partir à frente e se candidatar a favoritos na prova.
Primeiro a Argentina. O jogo não foi dos mais dificeis, pois não vi até agora nenhuma evolução nas equipas Africanas. Continuam fortissimas fisica e tecnicamente, mas a sua organização, e processos de jogo continuam toscos. A Nigeria não foi excepção, e não criou grandes problemas a uma Argentina que poderia ter ganho com uma margem bem mais confortavel. A Argentina tem um ataque diabolico, e pode ganhar a qualquer equipa, veremos se a sua organização defensiva vai estar à altura.
Depois a Alemanha. Aqui sim, parece que temos candidato. Embora a Australia se tenha mostrado uma equipa demasiado fraca, e não sirva de verdadeiro teste às capacidades da Mannschaft, o que é certo é que os Alemães não deram a minima hipotese, e parecem sair da pole neste Mundial.
A Holanda apresenta-se com uma equipa solida, e com um ataque muito interessante. Jogadores experientes, e de grande classe e capacidade. Pode ser uma agradavel surpresa.
A Italia a quem me parece faltar algum talento e fantasia, mostrou grandes dificuldades contra o autocarro Paraguaio. Mas todos conhecemos a squadra azzurra, e sabemos que pode ganhar qualquer prova em que entre. Juntamente com a Argentina, são sempre as minhas selecções preferidas para ganhar o Mundial.
Não vi ontem o Brasil, mas bem ou mal, ganhou. E é sempre favorito. Por mim, podiam nem passar o grupo.
Tou curioso para ver como se sai a Espanha no papel de favorito.

Portugal vs Costa do Marfim

Para não destoar da maioria dos jogos deste Mundial das vuvuzelas, este foi mais um jogo enfadonho. Com poucas oportunidades de golo, so me lembro de uma para cada lado, as equipas pareceram mais preocupadas em não perder, do que em ganhar o jogo.
A Costa do Marfim pareceu organizada, mas acho que isso também se deveu à total incapacidade que a equipa que representa a FPF teve em causar problemas.
Com os sectores muito afastados, os luso-brasileiros nunca conseguiram causar o minimo embaraço para uma equipa muito forte fisicamente e com o meio campo muito povoado.
Sabem que na minha opinião o futebol já é muito mais que uma simples sequencia de numeros, tipo 4-3-3 ou 4-4-2. O dinamismo do futebol de hoje, quase que impossibilita a rotulagem de um sistema em algo tão rigido quanto um numero. Mas é facil nos entendermos com esses rotulos, e portando vamos usa-los.
Não creio que estes jogadores tenham capacidade para jogar em 4-3-3. Mas vamos por partes. A defesa esteve bastante bem, até o Paulo Ferreira, um odio de estimação antigo, não comprometeu. No meio campo é que está o problema. Num 4-3-3, não nos podemos dar ao luxo de ter um trinco que so destroi, isto porque Deco já não dá garantias de criação de jogo, não no volume que a selecção necessita. Deco na minha opinião não deveria ter lugar nos 23. E com um medio ofensivo tão fragil, o trinco tem de estar também envolvido no processo ofensivo, e não esteve. Meireles fez o papel dele. E Tiago teve bastante bem quando entrou, possivelmente a espreitar a titularidade.
Com um meio campo tão pouco eficaz a atacar, o ponta de lança fica entregue a si proprio. E Liedson não tem capacidade para aguentar a bola e esperar por apoios (que suspeito que ontem nem surgiriam, tal era a sonolencia do meio campo tuga).
Sobram Ronaldo e Danny. Ronaldo não teve mal, completamente desamparado, ganhou faltas e rematou sempre que pode. Creio que não poderia fazer mais. Danny, tem sorte em tar nos 23, e não tem lugar no onze. Bom tecnicamente, não garante o equilibrio defensivo, e a atacar não é suficientemente eficaz para garantir a titularidade na equipa da FPF.
Soluçoes? Quem sou eu para as dar! Opinião? Tenho, para variar! Optar por um 4-4-2 lozangulo, que garanta uma maior proximidade entre sectores. Possibilite a utilização de Pedro Mendes como trinco puro, e solte o ataque da responsabilidade de um maior rigor defensivo. Colocaria provavelmente Tiago ou Meireles de um lado, Veloso ou Amorim do outro, como interiores. Tendo eu a opinião que Deco não tem lugar, principalmente depois da atitude de ontem. Em que mostrou uma total falta de principios e etica. Desrespeitando o Seleccionador e principalmente o colega que entrou no seu lugar, que trabalha tanto ou mais que ele para poder jogar! E visto que não existem mais opçoes para o lugar colocaria Simão atras dois dois avançados. Ronaldo e Almeida. Almeida porque garante uma maior presença na area, arrastando e desgastando a defesa, para criar espaços para quem vem de tras. Ronaldo completamente livre para criar, podendo vir buscar jogo aos flancos onde teria mais espaço para embalar vindo de tras.
É esta a humilde opinião de alguem que é apaixonado por futebol, mas não passa de um dos melhores treinadores de bancada que já passaram pelo meu sofá!

Sem comentários: