segunda-feira, 27 de julho de 2015

Pré-Temporada, Parte I

Ao terceiro jogo da era DJ não resisto em largar aqui umas larachas sobre o que se tem passado nesta Pre-Temporada do Glorioso.
É um lugar comum dizer nesta altura do ano que o importante não é ganhar os jogos, mas sim toda a preparação para a época que se adivinha. Isto quando as pre-temporadas correm mal e se perdem uns jogos. Também é normal dizer-se quando os resultados das grandes equipas contra o Sintrense ou Carcavelinhos vão aparecendo, que ganhar é muito importante! Mesmo quando não se vê grande trabalho. Ambos são verdade, certo? Ganhar é sempre bom e importante, mas realmente importante é o trabalho e os minutos acumulados.
No Benfica já é possível ver grandes mudanças, pelo menos na ideia que o treinador tem para a equipa. Menos vertigem, prioridade à posse, paciência, controlo. Não foi possível ver isso no primeiro jogo, mas o jogo contra a Fiorentina foi óptimo para entender isso. Se este modelo é melhor ou pior, só os resultados o vão dizer. Mas pelo menos mostra as ideias do treinador, e vontade de as impor.
Treinador este que não me consegue convencer, e não falo em virtude dos últimos resultados ou exibições . Falo em postura, discurso, atitude. Espero mais uma vez meter a viola no saco como fiz noutras alturas (por exemplo na minha duvida na adaptação de Pizzi ao centro, coisa em que nunca acreditei, e se verificou uma boa aposta). Mas Rui Vitoria não me parece ter unhas para a viola que tem nas mãos. A ver vamos.
O jogo de ontem não o vi. Vi os golos, vi a constituição da equipa, e li por aqui e por ali o que se foi passando.
E do que vi até agora a minha conclusão é apenas uma: a equipa é demasiado curta. Curta para as exigências do que é o Benfica, que tem de ganhar todos os jogos, e que não tem tempo para esperar pelo crescimento dos miúdos. Miúdos estes, que alguém dizia terem de nascer dez vezes para se poderem impor no SLB. Partilho dessa opinião. Mesmo os mais talentosos como Guedes, estão longe da bitola de qualidade do jogador titular do Benfica.
"Mas para ganharem experiência têm de jogar". Ok, até pode ser, por isso é que defendo que depois de uma época a competir e ganhar experiência na B, deveriam rodar numa liga competitiva, numa equipa onde pudessem jogar regularmente, e so depois regressar ao SLB. Como o caso do que foi feito recentemente por exemplo com William Carvalho.
Dos jogadores novos, nenhum me parece reforço, no sentido de entrar de caras para a equipa. Tenho fé em Ederson, de modo que até penso que será em breve titular do Glorioso quando Julio Cesar decidir sair. Carcela  parece-me ter qualidade para estar no plantel, mas ainda não deu para perceber se chega para mais que isso. Até agora ninguem mais parece ter qualidade suficiente para merecer ser falado aqui.
Dos que já lá estavam, André Almeida não me convence (como alguem dizia "Almeida precisa de um pouco de Eliseu, e Eliseu precisa de um pouco de Almeida") e Lizandro é um caso muito estranho. Sílvio bem fisicamente, parece-me ser o único que pode ser opção valida. Veremos o que dá Jonathan. Talisca, é o meu novo Cardozo. Não gosto! Nada! Acho que só poderá jogar a segundo avançado. O único local onde não compromete.
Nelson Oliveira é o verdadeiro Flop. Nunca se impôs por onde passou, e não é agora que parece ir acontecer. E não é por falta de apostas, ele foi aposta em varios clubes ao longo das ultimas epocas, nunca conseguindo mostrar qualidade. Creio que neste momento nem os pais apostam nele. Preferia claramente ficar com Rui Fonte no plantel.
Da equipa B também ninguém vem de caras para a equipa.
E sendo assim, com as saídas importantes de Maxi, Lima e provavelmente Gaitan, torna-se óbvio que a equipa precisa de verdadeiros reforços.
Elabdellaoui, Mayke, Rafael, Grimaldo, Raphael Guerreiro, Coentrão, Marcelo Melli, Ramires, Zivkovic, Franco Cervi, Óscar Benitez, Markovic, Chicharito, Mitroglou, Pablo Osvaldo, Abel Hernandéz, Raul Jimenez ou Calleri são os nomes mais falados.
Impossível saber se estes interesses são reais, mas há nomes bem interessantes. Obviamente que veria com muito bons olhos as entradas de Coentrão, Markovic, Ramires, Zivkovic ou Chicharrito. Esses seriam mais valias em qualquer equipa da Europa, e dariam a este Benfica uma dimensão europeia que neste momento e com o plantel actual não se pode pedir.
Não falando em nomes, creio ser urgente a aquisição de um Central de qualidade, um LD, um extremo e um avançado. Apostaria todas as minhas fichas em suprir estas necessidades. Com jogadores de grande qualidade. Esperemos para ver se assim vai ser.
Urge reforçar a equipa com qualidade.

PS.1 - Do 11 tipo da equipa campeã em  13\14 apenas sobram Luisão e Gaitan, sendo que este pode estar de saída. Parece mentira, mas mudou tudo isto numa época.

3 comentários:

Anónimo disse...

Portanto, perante este cenário tão negro, pergunto: conseguirá o Benfica manter-se na 1ª divisão???

Sam disse...

Neste momento vejo um cenario a escurecer, sim.
Entendo a ironia, e olhando para os jornais ja fiz esse mesmo comentario que acabou de fazer.
Obviamente não creio que este seja o cenario no inicio da temporada, mas que espero mudanças em termos da qualidade do plantel, sim espero.
A não acontecerem, acho que será dificil revalidar o titulo.
Um campeao deverá ter sempre uma atitude de liderança. E é preciso reforçar a equipa que tem sido delapidada ao longo dos anos. E reforçar c estrelas que brilhem realmente para clarear o cenario.
Fica aqui a promessa de um novo post com aquilo que gosto deste benfica.

Luís Marques disse...

Neste processo há a meu ver uma grande incongruência do LFV. São entrevistas, programas, sempre a afirmar que vamos ter uma equipa competitiva, mas o que parece é que existe uma prioridade maior que esta: pagar dívidas, regularizar contas, ter tesouraria para pagar ordenados. Chama-se-lhe o que quiser!
Se não há dinheiro, se estamos num imenso buraco, que se explique! Para quê ter um discurso de vitória e ambição, quando, como dizes, o que se vê é a delapidação de um plantel vencedor?
Não me preocupa a pré-época em si, mas sim a saída de campeões e a entrada de esperanças duvidosas... Se o Sálvio estivesse em condições, também já estava no mercado.

Vamos aguardar pelo fim da época de transferências...