sexta-feira, 27 de maio de 2011

Prenda

Foi o que aconteceu ontem no Cineteatro aqui por Odemira. Uma prenda!
Uma prenda a quem teve a sorte de conseguir bilhete. A sala é pequena para este tipo de espectáculos, é certo. E é uma pena que os bilhetes voem a velocidades incriveis, ao ponto de quando o espectáculo é publicitado já estar esgotado. Tive a sorte de conseguir reservar os ultimos dois bilhetes e conseguir estar presente.
Mas de que prenda estou eu a falar, perguntam voces?
Do concerto de Sara Tavares.
Foi cerca de uma hora e meia completamente zen, de musica com uma qualidade excepcional, boa onda, e concensual.
É de iniciativas destas que terras pequenas como Odemira precisam. Embora o acesso às cidades seja hoje facilimo, e ver um espectáculo de qualidade esteja apenas à distancia de um par de horas de viagem, a diferença de sair de casa a pé, demorar cinco minutos de caminho e ver coisas de qualidade é na realidade muito mais comodo. E estas gentes também merecem ter boas ofertas culturais (entre outras) à porta de casa.
Se é verdade que a sala tem muito poucos lugares para este tipo de ofertas, também é verdade que se torna grande demais para o cinema que por lá passa. Ai ve-se semana após semana a sala vazia. Responsabilidade também dos filmes que por lá passam. E náo é uma questão de qualidade. Porque passa cinema de grande qualidade por Odemira, e uma vez por outra lá temos uma enchente num filme mais famoso. Mas a verdade é que os filmes chegam cá com um atraso brutal, e quem não os viu fora daqui, já os sacou na net para ver no conforto do seu sofá. Por exemplo este mes passou por cá o filme Biutiful, numa altura que até já é comercializado em dvd. Mas não é disso que estamos a falar, e sim do bom concerto que tivemos o prazer de ver ontem. Foi realmente fantástico. Fiquem com um cheirinho.

Sem comentários: