quinta-feira, 21 de julho de 2011

Regresso

Há muito tempo que não escrevo nada por aqui, e hoje é o regresso. E de que vou falar? Futebol como é óbvio, e do Benfica em particular.
Ainda falta algum tempo para que a época comece, e ainda há muito tempo para corrigir e equilibrar planteis que tenham falhas. E embora o Benfica possua neste momento um plantel com excesso de atletas, e esteja neste momento em fase de definição creio que serão ainda precisos alguns acertos. É nesta fase de definição que Jesus irá decidir quem fica e quem sairá para rodar, ou definitivamente. E ainda há hipótese da venda de alguns jogadores como Luisão ou Cardozo.
Comecemos por ai. Se Sobre Cardozo já sabem a minha opinião, sobre Luisão a historia é completamente oposta. Na minha óptica, Luisão não poderá sair do clube, muito menos por valores ridículos como os que se falam. Este jogador é internacional A Brasileiro, capitão de equipa, líder, e o principal pilar da defesa encarnada. Se estes não fosse por si motivos suficientes, a sua qualidade justificaria tudo. Já Cardozo, considero um jogador a vender assim que surjam quaisquer 10 milhões de oferta. A realidade, é que não aparece ninguém que ofereça esse valor por um jogador destes. Porque será?
Da pré-época vi muito pouco. Os jogos transmitidos na sportv, e as transmissões na net não me permitiram avaliar como gosto de fazer os novos jogadores do plantel. Só ontem vi um jogo como deve ser.
Comecemos pela baliza. Sou um defensor de Roberto, e na minha opinião este seria um lugar que não necessitaria de grandes alterações. Com a saida de Moreira, e com a certeza de que Júlio Cesar não tem qualidade para integrar o plantel, o reforço do banco nesta posição impunha-se. Creio que a aquisição de um segundo Guarda-Redes e a subida de um jovem ao plantel tinha sido suficiente. Mas a verdade é que fomos buscar o titular da selecção nacional, e Artur Morais. Este ultimo tem-me impressionado. Principalmente pela sua atitude, calma, de quem parece envergar aquela camisola há seculos. Transmite segurança, e parece-em garantir qualidade. Eduardo vai ter de trabalhar muito para ganhar um lugar.
Na defesa temos como é opinião unânime, o caso mais bicudo. Com a chegada de Capdevila o quarteto titular está encontrado. Não olho nunca à idade dos jogadores. Vou esperar para ver o seu rendimento dentro de campo para aferir da sua qualidade. Mas de um jogador campeão mundial e europeu espero muito. Garay parece-me reforço, e assim sendo, creio q o quarteto titular é excelente. O pior vem quando passamos à segunda linha de defesas. Rúben Amorim é uma excelente opção, mas o mesmo não me parece acontecer nas restantes posições. Sei que é injusto criticar um jogador que jogou noventa minutos sem um único treino, mas tenho de o fazer. Emerson não me caiu no goto. Boa estampa física, mas... falta ali qualquer coisa. Esperar para ver. No centro está o maior problema, Jardel não tem classe suficiente, Miguel Vítor e Fábio Faria deverão ficar no plantel, principalmente pela sua polivalência. Mas não garantem uma qualidade muito elevada. Quanto a Roderick, o tempo passa e não se notam nenhuma evolução. Começo a duvidar do verdadeiro valor deste jogador, que não agarra as oportunidades que tem. Creio que a melhor opção seria mesmo o empréstimo a uma equipa que o usasse a titular. Creio que é necessária a aquisição de mais um central, e consequente dispensa de Jardel.
No meio campo não ha fome que não de em fartura. Qualidade, qualidade, qualidade. Os que estavam cá são bons, e bom é quem chegou. Enzo e Witsel já me convenceram, Bruno César Matic e Nolito estão muito perto de o fazer. Aqui o único problema é quem escolher.
No ataque, Saviola tem de jogar sempre, Jara é opção, mas precisamos claramente de um ponta de lança de grande qualidade qualidade.
Em modo de conclusão, que o post já se alonga, creio que vamos pelo bom caminho.
Wass, Nuno Coelho, Mora, Carol, Jardel, Julio Cesar não tem claramente lugar no plantel.
Nelson Oliveira, David Simão, Rodrigo, Urreta e Miguel Vitor, tem valor suficiente para ser opçao durante a época. Jogando largos minutos numa óptica de rotação de plantel.
Javi Garcia, Aimar e Saviola são jogadores excepcionais. Creio que Enzo se juntará a eles num futuro muito próximo.
Gaitan, é tecnicamente muito evoluído, mas tem de trabalhar muito a nível de atitude e desempenho defensivo para não ser eclipsado pelas aquisições feitas este ano.

Ps. O caso Danilo não é caso, ninguém roubou nada a ninguém. Simplesmente quem pagou mais, levou. Caso encerrado.

Sem comentários: